CEO do YouTube se desculpa por vídeos homofóbicos, mas não apagará ofensas

CEO do YouTube se desculpa por vídeos homofóbicos, mas não apagará ofensas


A CEO do YouTube, Susan Wojcicki, respondeu a uma pergunta polêmica durante uma entrevista na conferência CodeCon. Ela foi questionada a respeito das recentes mudanças na política de conteúdos permitidos na plataforma, que deletou vídeos extremistas, mas não considerou ofensivos — e nem sequer apagou do canal — conteúdos racistas e homofóbicos publicados por um youtuber de extrema-direita contra um jornalista na plataforma.

A pergunta foi direta: “Você pede desculpas por tudo que aconteceu com a comunidade LGBTQ? Ou apenas sente muito que ela foi ofendida?”. Wojcicki pediu desculpas várias vezes, inclusive a nível pessoal, e afirmou que o YouTube apoia a comunidade LGBTQ de criadores de conteúdo, inclusive com campanhas a respeito.

Leia mais…


Fonte: TechMundo